Ivor Bolton: ‘Querer Educar O Público De ópera É Um Ato Arrogante’

Ivor Bolton: ‘Querer Educar O Público De ópera É Um Ato Arrogante’

�Como recebe a nomeação? Aceito o cargo com uma enorme emoção. Qual a imagem que tinha do Real? Desde que estive aqui em 2009 com Jenufa, de Janácek, eu tenho uma interessante lembrança. Esta é uma Ópera nova, historicamente postando, em razão de a tua reinaguración é relativamente recente e já que esse é o momento de sua abertura internacional. É um espaço onde não se sente o peso do passado, e sem essa opressão sente-se que há grandes coisas por vir. Você acredita que esses são tempos bons para a ópera e, mais particularmente, pros cantores? Outrora, nos tempos de Margaret Price, os jovens cantores entravam em uma companhia de ópera, e podiam estar cinco anos de formação.

É o caso de Rolando Villazón, que está em um estágio de sua carreira, mais sensível do que merece, em razão de teve que fazer uma montanha russa vocal no momento em que era muito jovem. O sistema atual raramente permitiria uma melhoria como a que viveu Alfredo Kraus.

o Que planos tem pra Madrid? Primeiro, almejo fiquem atentos neste local e observar como as coisas funcionam. Pude visualizar que a seção de cordas é bem criada, contudo desejo trabalhar os dados. A minha especialidade é o classicismo e não tenho dúvida que se você tocar bem esta divisão do repertório é um bom exercício físico e mental. Como definiria o seu diretor artístico? Matabosch é uma força da meio ambiente.

Mortier é especialmente radiante pra lançar as bases filosóficas de uma programação e pra trabalhar com os gostos do público, ampliándolos ou desafiándolos. Em cada caso, de um teatro de ópera é mais significativo depois que Mortier tenha passado por ele.

Mas a sua ligação com o público não vem sendo acessível em Madrid. Eu não vejo o público como uma entidade fixa. Inclusive até quando 80% dos membros a montagem se irão moldando pestes, no outro 20% há uma semente.

O real legado demora pra apresentar-se e, embora no mandato de Mortier, em Salzburgo, houve grandes escândalos, de imediato sinto ausência dele. E, no seu caso, Com tempo suficiente, você pode criar o amo do público.

Mas nunca precisamos fingir educá-lo ou guiá-lo de modo condescendente, em razão de tem implicações de superioridade moral e arrogância. Há que ser consciente de que as pessoas vão à ópera, em razão de quer se divertir e pagar um prazeroso dinheiro deste modo. Nesta grandeza, o elemento capital é que os cantores cantem bem e que a orquestra toque corretamente. Mas assim como pode ser algo estimulante que, sem escapulir, te dar uma nova probabilidade de sua vida.

  1. 1 o Que é o interesse do dinheiro
  2. 4 Sinais e exames
  3. Bate as claras
  4. um Hatha yoga
  5. 9 Exercícios de calistenia – A bandeira
  6. Melhora a calcificação dos ossos, prevenindo a osteoporose e a osteopenia

Peter Jonas, que dirigiu a ópera de Munique, a toda a hora diz que estes teatros não são uma sauna, onde vamos relaxar os músculos. Mortier impôs um sistema de diretor musical giratório. Será que é complexo regressar ao diretor fixo? Na verdade, as orquestras estão mais do que acostumadas a trabalhar com diferentes diretores. Como eu eu sei o papel do diretor musical é como uma pessoa que instaura algumas diretrizes de trabalho e uma segurança no seu respectivo estilo.

TAB para elaborar um pedido de bloqueio: Não importa se ele faz isso com todas as funcionalidades (bibliotecário) ou com um único ‘flag, o importante é que se faça e de um resultado satisfatório. A gente se enche a vida de dificuldades a cada momento. Aaaaahhhh! E antes que me esqueça, me parece uma barbaridade barbárica solicitar 75% de votos favoráveis (3/4! Eu acho que com os 2/três (67%), a coisa andaria melhor.

É que eu quero gerar algum consenso Saloca e assim como botar algo de pressão. Aaaaahhhh! E antes que me esqueça, me parece uma barbaridade barbárica solicitar 75% de votos favoráveis (3/4! Não tenho dúvida que com os 2/3 (67%), a coisa andaria melhor.